Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Jardim Zoológico criticado por promover jogo da corda contra leão

Ativista Sue Dally criou uma petição em que denuncia as práticas do zoo por se assemelhar a um "circo".
22 de Fevereiro de 2019 às 16:34
Leão no Jardim Zoológico
Leão no Jardim Zoológico
Leão no Jardim Zoológico
Leão no Jardim Zoológico
Leão no Jardim Zoológico
Leão no Jardim Zoológico

O jardim zoológico de Plymouth, Inglaterra, situado no sudoeste de Inglaterra, está a ser alvo de múltiplas críticas por promover um "jogo da corda" com um leão e cobrar 15 libras (17,25 euros) por cada sessão. A notícia foi avançada pelo The Guardian, citado pela Sábado, e a indignação dos ativistas tem sido notória.

O jogo consiste no seguinte: os interessados pagam o montante estipulado e recebem a hipótese de puxar, da boca do leão, um pedaço de carne atado a uma corda que atravessa as redes da jaula que o enclausura. Além do leão, chamado Jasiri, os visitantes podem também fazê-lo com um tigre.

Eis um tweet, partilhado por um orgulhoso participante que descreve a experiência como tendo sido "absolutamente incrível".




Em declarações prestadas ao Plymouth Herald, o dono do jardim zoológico, Benjamin Mee, afirma que os animais "adoram" estas atividades que se resumem a "exercícios enriquecedores que mimetizam a vida na natureza".

No entanto, um movimento empenhado em condenar estes jogos já deu sinais de vida. A ativista Sue Dally, por exemplo, criou uma petição, assinada por mais de 2.000 pessoas, em que denuncia as práticas do jardim zoológico por se assemelhar a um "circo".
Plymouth Inglaterra Guardian ambiente crime
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)