Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Justiça ordena apreensão de urnas de voto para referendo na Catalunha

Ministério Público pede ação à polícia para impedir consulta separatista.
Francisco J. Gonçalves 13 de Setembro de 2017 às 08:29
Puigdemont mantém convocatória do referendo contra ordem dos tribunais
Catalunha
Catalunha
Puigdemont mantém convocatória do referendo contra ordem dos tribunais
Catalunha
Catalunha
Puigdemont mantém convocatória do referendo contra ordem dos tribunais
Catalunha
Catalunha
A Justiça da Catalunha ordenou ontem à polícia daquela região autónoma espanhola que apreenda as urnas de voto e todo o material destinado a realizar o referendo separatista de 1 de outubro, ilegalizado pelos tribunais. O Tribunal Constitucional deu novo passo no combate ao referendo ao suspender ontem a lei de rutura com Espanha aprovada pelo parlamento catalão.

O Ministério Público da Catalunha exigiu ontem a apreensão de "todas as urnas de voto, impressos eleitorais, manuais de instruções para os membros das assembleias de voto, propaganda eleitoral" e todos os outros materiais "para promoção e realização do referendo ilegal".

Apesar destas medidas e da decisão do Constitucional, o governo da Catalunha, liderado por Carles Puigdemont, insiste que "só obedecerá ao parlamento catalão" e não aos tribunais.

Jordi Turull, porta-voz do executivo autónomo, frisou que a suspensão da lei de rutura nada acrescenta, pois o próprio parlamento autónomo "deixa a lei em suspenso", já que esta só entra em vigor se o ‘sim’ vencer o referendo de 1 de outubro.

Turull disse ainda que o governo continua fiel à convocatória do referendo.

Partido basco ameaça governo espanhol    
O Partido Nacionalista Basco (PNV), parte do governo autónomo do País Basco, ameaçou ontem retirar apoio parlamentar ao Orçamento para 2018 se o governo espanhol reagir "de forma exacerbada" ao desafio separatista da Catalunha.

"Passar certas linhas no que toca à Catalunha complicaria a relação que pudéssemos ter com o PP", alertou Aitor Esteban, porta-voz do PNV no Congresso, recusando adiantar mais explicações.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)