Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Erdogan exige extradição dos suspeitos sauditas da morte de Khashoggi para a Turquia

Presidente turco tem afirmado que a ordem de matar o jornalista emanou das "mais altas esferas".
Lusa 1 de Dezembro de 2018 às 21:40
Erdogan
O jornalista Jamal Khashoggi
Jamal Khashoggi foi ao consulado saudita de Istambul no dia 2, para tratar de um documento para casar com uma turca, e nunca mais foi visto
Hatice era noiva do jornalista Jamal Khashoggi
Erdogan
O jornalista Jamal Khashoggi
Jamal Khashoggi foi ao consulado saudita de Istambul no dia 2, para tratar de um documento para casar com uma turca, e nunca mais foi visto
Hatice era noiva do jornalista Jamal Khashoggi
Erdogan
O jornalista Jamal Khashoggi
Jamal Khashoggi foi ao consulado saudita de Istambul no dia 2, para tratar de um documento para casar com uma turca, e nunca mais foi visto
Hatice era noiva do jornalista Jamal Khashoggi

O Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, exigiu este sábado a extradição para a Turquia dos suspeitos sauditas do assassínio de Jamal Khashoggi, um jornalista saudita crítico do regime de Riad, perpetrado a 2 de outubro em Istambul.

Segundo Erdogan, que falava na cimeira do G20, em Buenos Aires, só o primeiro-ministro canadiano, Justin Trudeau, é que abordou a questão durante a reunião de líderes dos 20 países mais industrializados do mundo, e o príncipe herdeiro saudita, Mohammed bin Salman, deu "uma explicação em que dificilmente se acredita" sobre o papel da Arábia Saudita nesse caso.

Apesar de o Presidente turco nunca ter abertamente acusado o príncipe Salman, ele tem afirmado que a ordem de matar o jornalista emanou das "mais altas esferas", embora descartando qualquer responsabilidade do rei Salman.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)