Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Lei aprovada: os mais ricos da Argentina vão pagar 'imposto milionário' para ajudar os mais pobres

Governo decidiu que os 12 mil mais ricos terão de ajudar as medidas de contenção do coronavírus.
5 de Dezembro de 2020 às 11:56
Coronavírus
Coronavírus FOTO: Direitos Reservados
O Senado argentino aprovou, esta sexta-feira, um imposto milionário sobre os 12 mil mais ricos do país. O objetivo é pagar as medidas de contenção do coronavírus e ajudar os pobres e pequenas empresas. Recorde-se que a Argentina já registou 1,4 milhões de casos de Covid-19 e mais de 39 mil mortes.

O presidente Alberto Fernandez espera angariar cerca de 3 mil milhões de euros através do imposto milionário que é pedido a pessoas com bens declarados superiores a cerca de dois milhões de euros. Os mais ricos do país terão de pagar uma taxa progressiva de até 3,5% sobre a riqueza da Argentina e até 5,25% sobre a riqueza fora do país.

O imposto irá cobrir materiais médicos para a luta contra o coronavírus, ajudas para pequenas empresas, apoios sociais, empreendimentos de gás natural e ajudas a estudantes.
Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Argentina Covid-19 Senado questões sociais economia negócios e finanças pobreza macroeconomia
Ver comentários