Macron e o futuro de Notre Dame: "Esta catedral vai ser reconstruída"

Chefe de estado francês disse ainda que "o pior foi evitado mesmo que a batalha não tenha sido totalmente vencida".
15.04.19
  • partilhe
  • 0
  • +
Em frente a uma Catedral de Notre Dame, em Paris, ainda a arder, o presidente francês, Emmanuel Macron, deixou uma garantida: o monumento "vai ser reconstruído". O chefe de estado falou aos jornalistas e à nação já depois de Laurent Nunez, o secretário de Estado do Interior francês, ter indicado que a "estrutura da catedral está salva na sua integridade". 

"O pior foi evitado mesmo que a batalha não tenha sido totalmente vencida", dise Macron, que não se dá por vencido: "Quero ter uma palavra de esperança. Essa esperança é o orgulho que devemos ter, de todos aqueles que lutaram para que o pior não aconteça. Há mais de 800 anos, soubemos como construir esta catedral e, através dos séculos, fazê-la crescer e melhorar. Agora vamos construi-la todos juntos".


O incêndio na catedral de Notre-Dame de Paris começou cerca das 18h50 locais (17h50 em Portugal) e atingiu toda a estrutura do edifício, segundo o porta-voz do monumento, André Finot. Cerca de uma hora depois de ter começado o incêndio, o pináculo de Notre-Dame desmoronou-se. Os bombeiros disseram que o incêndio terá começado no sótão da catedral e admitiram que a situação poderá estar ligada aos trabalhos de reabilitação do edifício, que é o monumento histórico mais visitado da Europa.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!