Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Mais de 800 mil chegaram à Europa via Mediterrâneo

Ilha de Lesbos está sobrelotada.
13 de Novembro de 2015 às 14:00

Só em outubro, e apesar das más condições meteorológicas, 210 mil pessoas chegaram ao território grego
Só em outubro, e apesar das más condições meteorológicas, 210 mil pessoas chegaram ao território grego FOTO: EPA

Mais de 800 mil migrantes e refugiados chegaram em 2015 à Europa através do Mediterrâneo, divulgou esta sexta-feira a ONU, alertando para a situação de sobrelotação na ilha grega de Lesbos, onde milhares de pessoas estão a dormir ao relento.


Segundo o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), 806 mil migrantes e refugiados atravessaram em 2015 o Mediterrâneo para chegar ao território europeu, dos quais a grande maioria, 660.700, passou pela Grécia e pelas ilhas gregas do mar Egeu.


Um total de 3.460 migrantes morreu ou desapareceu durante a travessia, indicaram os mesmos dados.


Só no passado mês de outubro, e apesar das más condições meteorológicas, 210 mil pessoas chegaram ao território grego, a maioria à ilha de Lesbos, a principal porta de entrada dos migrantes na Europa.


Este fluxo não abrandou em novembro, referiu o ACNUR, indicando que esta ilha helénica tem registado uma média diária de 3.300 chegadas.


"Com o inverno a aproximar-se, as condições de acolhimento e as capacidades de permanecer [em Lesbos] são muito limitadas e insuficientes", declarou um porta-voz do ACNUR, Adrian Edwards, num encontro com a comunicação social em Genebra.

Europa Mediterrâneo Lesbos
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)