Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Marine Le Pen é a grande derrotada das eleições regionais

Projeções indicam que a Frente Nacional não vence em nenhuma região.
13 de Dezembro de 2015 às 19:23
"Aconteça o que acontecer serei candidata nas presidenciais. Não vou dar ao Governo nem um minuto de sossego", disse Marine Le Pen
'Aconteça o que acontecer serei candidata nas presidenciais. Não vou dar ao Governo nem um minuto de sossego', disse Marine Le Pen FOTO: Reuters
A extrema-direita francesa foi este domingo incapaz, na segunta volta das regionais, de ganhar qualquer região, apesar do êxito histórico na primeira volta do escrutínio, há uma semana, indicam estimativas dos institutos de sondagens.

A líder da Frente Nacional (FN), Marine Le Pen, foi a grande derrotada no norte pelo adversário da oposição de direita, a favor do qual a esquerda, no poder, desistiu de se apresentar na segunda volta do último escrutínio em França antes das presidenciais de 2017.

As primeiras projeções indicam que a Frente Nacional poderá não ter vencido em nenhuma região. De acordo com o jornal francês Le Figaro, os socialistas obtêm entre 3 a 6 regiões e os republicanos entre 5 a 9 regiões.

Marine perdeu no Norte, a sobrinha Marion Maréchal-Le Pen no Sul e Florian Philippo, estratega do partido, na região do grande Leste.

As 13 regiões francesas foram redesenhadas no ano passado para elevar a sua dimensão ao nível dos Estados federados (lander) alemães.

Partido eurofóbico e anti-imigração, a Frente Nacional dirige vários municípios franceses, mas nunca liderou a nível regional. Fundado em 1972, é presidido desde 2011 por Marine Le Pen.
Marine Le Pen França Frente Nacional política partidos e movimentos eleições regionais
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)