Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Matam jovem de 16 anos e encobrem crime com acidente de carro

Corpo da vítima foi encontrado no banco traseiro da viatura.
Diogo Vicente e Pedro Zagacho Gonçalves 16 de Maio de 2017 às 14:00
Megan Bannister foi encontrada morta no banco de trás de um carro
Megan [à direita], Carol, a mãe, [ao centro] e a irmã Kirsten [à esquerda]
Kirsten, à esquerda, tem 25 anos e Megan, à direita, tinha 16 quando faleceu.
As irmãs Bannister com uma mascote
Megan Bannister foi encontrada morta no banco de trás de um carro
Megan [à direita], Carol, a mãe, [ao centro] e a irmã Kirsten [à esquerda]
Kirsten, à esquerda, tem 25 anos e Megan, à direita, tinha 16 quando faleceu.
As irmãs Bannister com uma mascote
Megan Bannister foi encontrada morta no banco de trás de um carro
Megan [à direita], Carol, a mãe, [ao centro] e a irmã Kirsten [à esquerda]
Kirsten, à esquerda, tem 25 anos e Megan, à direita, tinha 16 quando faleceu.
As irmãs Bannister com uma mascote
Dois homens foram presos por suspeita de terem assassinado uma estudante, de 16 anos, e tentarem encobrir o crime com um acidente de carro.

O corpo de Megan Bannister foi encontrado, no último domingo, no banco traseiro da viatura, depois desta ter colidido com uma mota em Enderby, no Canadá.

Investigadores da polícia abriram um inquérito para apurar as circunstâncias da morte da jovem, após terem chegado à conclusão que as lesões de Megan não coincidiam com o dito acidente.

Um porta-voz das forças de segurança disse que "a autópsia foi inconclusiva" e que "estão a ser realizados mais testes com o propósito de descobrir, ao certo, como Megan morreu". "Contudo, não acreditamos que a morte tenha decorrido de um acidente de viação", acrescentou o porta-voz.

A polícia de Leicestershire declarou que dois homens, de 27 e 28 anos, foram detidos sob suspeita de homicídio e estão a ser interrogados sob custódia.

As forças de autoridade confirmam que estão a investigar a possibilidade de o acidente ter sido, deliberadamente, encenado mas não avançam com quaisquer promenores sobre o caso até terem certezas.

A vítima vivia com a mãe, Carol, de 49 anos, e o pai, Tony, de 54, em Leicester. A irmã, Kirsten, com 25 anos, publicou um tributo a Megan na rede social Facebook com uma seleção de fotos de família. Nas redes sociais, as reações à morte de Megan foram muitas, com os familiares e amigos a publicarem mensagens de apoio e consolo.

O motociclista que embateu no carro sofreu graves lesões e foi levado para o Nottingham's Queen's Medical Centre. A mulher que seguia à pendura na mota sofreu lesões menores e recebeu assistência no Leicester Royal Infirmary.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)