Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Mau tempo atira para o mar 50 ilegais

O mau tempo ao largo das Canárias atirou ao mar cerca de uma centena de imigrantes clandestinos, que navegavam numa embarcação de pesca artesanal, quando estavam a ser resgatados pelas autoridades espanholas. Quarenta e oito foram salvos a prosseguem as buscas para tentar encontrar os restantes cerca de 50 desaparecidos.
19 de Julho de 2007 às 16:23
O acidente ocorreu às primeiras horas de hoje, a 90 milhas a sul da ilha de Tenerife. Horas antes, um avião do Serviço Aéreo de Resgate tinha localizado o grupo a viajar num ‘cayuco’, pequena embarcação de pesca artesanal. Já nessa altura as condições climatéricas e de mar era muito más, com ventos fortes e ondas até os cinco metros.
Duas embarcações, ‘Luz de Mar’ e ‘Conde de Gondomar’ deslocaram-se ao encontro do grupo, o que aconteceu pelas 1h30, hora de Lisboa, começando imediatamente as operações de resgate.
No entanto, o pânico dos passageiros, perante a tempestade, fez com que alguns destes se pusessem de pé, aumentando a instabilidade do barco, que acabou por se voltar sob uma onda forte. As equipas de Salvamento Marítimo atiraram coletes salva-vidas para os náufragos e alguns dos funcionários lançaram-se ainda ao mar, conseguindo resgatar, um-a-um para as duas embarcações, 48 sobreviventes.
Durante o dia têm-se realizado buscas em toda a zona, que envolvem sete navios, um porta-aviões francês, helicópteros do Salvamento Marítimo e aviões do Serviço Aéreo de Resgate.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)