Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Empresa condenada a indemnizar familiares de três dos 248 mortos em rutura de barragem

Mineira Vale deverá compensar os familiares de dois irmãos e de uma mulher grávida que morreram soterrados numa pousada.
Lusa 20 de Setembro de 2019 às 03:30
Barragem de Brumadinho colapsou
Novo vídeo mostra o momento exacto em que a barragem de Brumadinho colapsa
Imagens da maré de resíduos tóxicos após a derrocada em Brumadinho
Barragem de Brumadinho colapsou
Novo vídeo mostra o momento exacto em que a barragem de Brumadinho colapsa
Imagens da maré de resíduos tóxicos após a derrocada em Brumadinho
Barragem de Brumadinho colapsou
Novo vídeo mostra o momento exacto em que a barragem de Brumadinho colapsa
Imagens da maré de resíduos tóxicos após a derrocada em Brumadinho

A empresa mineira brasileira Vale foi na quinta-feira condenada a indemnizar em 11,8 milhões de reais (cerca de 2,6 milhões de euros) os familiares de três das 248 vítimas da rutura da barragem de Brumadinho, em janeiro.

De acordo com a Agência Brasil, que cita o Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais, a empresa deverá compensar os familiares de dois irmãos e de uma mulher grávida que morreram soterrados numa pousada que foi atingida pela lama.

O juiz entendeu que a empresa é responsável pelas mortes e que os danos psicológicos causados aos familiares deveriam ser abarcados pelo valor da indemnização.

Vale Brumadinho crime lei e justiça tribunal
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)