Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Morte de modelo ligada às festa "bunga bunga" envolta em mistério

Autoridades investigam a morte de Imane Fadil sob suspeita de se tratar de um homícidio.
16 de Março de 2019 às 19:00
Imane Fadil
Silvio Berlusconi
Imane Fadil à esqueda na imagem
Silvio Berlusconi, ex-primeiro-ministro de Itália
Imane Fadil
Silvio Berlusconi
Imane Fadil à esqueda na imagem
Silvio Berlusconi, ex-primeiro-ministro de Itália
Imane Fadil
Silvio Berlusconi
Imane Fadil à esqueda na imagem
Silvio Berlusconi, ex-primeiro-ministro de Itália
Uma modelo assídua nas festas "bunga bunga", organizadas pelo antigo presidente italiano, Sílvio Berlusconi, morreu um mês depois de ter dado entrada nas urgências com fortes dores de estômago. Segundo as autoridades, o caso pode tratar-se de um assassinato. 

Imane Fadil, de 33 anos, morreu no dia 1 março deste ano. De acordo com o jornal The Guardian, na altura, a mulher disse aos advogados que tinha sido envenada. 

A morte da modelo apenas foi noticiada esta sexta-feira, mas as autoridades abriram uma investigação devido a várias "anomalias nos registos médicos de Imane Fadil."

Francesco Greco, da procuradoria de Milão, afirmou que: "os médicos ainda não conseguiram encontrar nenhuma explicação para a morte da modelo."

Importa recordar que Imane Fadil testemunhou em tribunal no caso que envolvia o antigo Presidente do Concelho de Ministros de Itália, quando este estava acusado de ter pago a menores para manterem relações sexuais com ele.

Conhecido por "caso Rubygate" o escândalo que envolvia Sílvio Berlusconi causou muita polémica na imprensa italiana e internacional.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)