Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

"Nada fazia esperar uma coisa destas", conta treinador português sobre atentado na Nova Zelândia

Pedro Dias, conhecido no meio futebolístico como 'Chiquinho', ficou chocado ao saber do ato terrorista em Christchurch.
15 de Março de 2019 às 11:59
A carregar o vídeo ...
Pedro Dias, conhecido no meio futebolístico como 'Chiquinho', ficou chocado ao saber do ato terrorista em Christchurch.
Pedro Dias, conhecido no meio futebolístico como 'Chiquinho', trabalha desde há cerca de um ano como treinador das camadas jovens do Waterside Karori, em Wellington, capital da Nova Zelândia.

O português estava a passar o fim de semana com a família numa ilha a sul do arquipélago quando soube do atentado terrorista em Christchurch que matou pelo menos 49 pessoas.

"A minha mulher viu a notícia no telemóvel e foi um grande choque. Nada fazia espera uma coisa destas. A Nova Zelândia é uma sociedade muito diversa, com muita tolerância, não percebo como pôde acontecer uma coisa destas", diz ao CM.

O treinador que esteve durante muitos anos a dirigir uma academia do Sporting (clube onde jogou na juentude) no Canadá mudou-se para os antípodas há cerca de um ano e descreve "um país muito tranquilo", onde "é muito fácil viver". 

Não encontra justificações para o ataque terrorista. "É incompreensível".

O treindor conta que "ainda há um mês" esteve em Christchurch. "É uma cidade que ainda está a recuperar de um terramoto que aconteceu em 2010. Mas é muito bonita e pacíficaa. Tenho um torneio juvenil marcado para lá na próxima semana, não sei se se vai realizar".

Sobre a sua segurança, revela que o ataque lhe traz dúvidas. "Sempre me senti seguro, mas estou chocado com tudo isto".
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)