Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Quem é Brenton Tarrant, o homem que se inspirou num assassino em série para preparar ataque terrorista

Massacre aconteceu durante esta sexta-feira, em Christchurch, na Nova Zelândia.
15 de Março de 2019 às 10:18
Brenton Tarrant é um dos autores dos ataques a mesquitas na Nova Zelândia
Imagens do ataque a mesquita na Nova Zelândia
Ataque terrorista a mesquita na Nova Zelândia
Ataque terrorista a mesquita na Nova Zelândia
Um dos atiradores filmou o ataque a mesquita na Nova Zelândia
Imagens do ataque a mesquita na Nova Zelândia
Tiroteio em mesquita na Nova Zelândia faz várias vítimas
Terrorista divulga imagens de armamento nas redes sociais dias antes do ataque
Brenton Tarrant é um dos autores dos ataques a mesquitas na Nova Zelândia
Imagens do ataque a mesquita na Nova Zelândia
Ataque terrorista a mesquita na Nova Zelândia
Ataque terrorista a mesquita na Nova Zelândia
Um dos atiradores filmou o ataque a mesquita na Nova Zelândia
Imagens do ataque a mesquita na Nova Zelândia
Tiroteio em mesquita na Nova Zelândia faz várias vítimas
Terrorista divulga imagens de armamento nas redes sociais dias antes do ataque
Brenton Tarrant é um dos autores dos ataques a mesquitas na Nova Zelândia
Imagens do ataque a mesquita na Nova Zelândia
Ataque terrorista a mesquita na Nova Zelândia
Ataque terrorista a mesquita na Nova Zelândia
Um dos atiradores filmou o ataque a mesquita na Nova Zelândia
Imagens do ataque a mesquita na Nova Zelândia
Tiroteio em mesquita na Nova Zelândia faz várias vítimas
Terrorista divulga imagens de armamento nas redes sociais dias antes do ataque

O atirador australiano Breton Tarrant, de 28 anos, ter-se à inspirado em Anders Behring Breivik, um assassino em série da Noruega. Este ataque terrorista aconteceu durante a tarde desta sexta-feira (cerca das 02h00 da madrugada em Lisboa), considerado o dia de oração dos muçulmanos, na cidade de Christchurch, na Nova Zelândia.

Brenton Tarrant, de 28 anos, afirma que se terá inspirado em Breivik, com o objetivo de vingar as mortes causadas por todos os estrangeiros que atualmente vivem no país, segundo avança o NewsX.

Tarrant, de origem escocesa, irlandesa e inglesa mudou-se recentemente para a Nova Zelândia e descreve-se como um "homem branco comum". No entanto, o mesmo homem avançou a partir da sua página de Facebook que o ataque terrorista ia acontecer e seria transmitido em direto.

"Bem, está na hora de parar de escrever publicações e realmente fazer algo ‘real. Vou realizar um ataque contra os invasores, e vou inclusive transmiti-lo através do Facebook", começou por adiantar na publicação, algo que acabou realmente por acontecer horas mais tarde, através de uma câmara que instalou no seu capacete.

"O link está aqui e no momento em que vocês estiverem a ler isto já estarei em direto. Tem sido uma viagem longa entre ineficácia e degeneração. Por isso, partilhem a minha mensagem através de ‘memes’ e partilhas que costumam fazer. Se eu não sobreviver ao ataque, adeus, que Deus vos acompanhe e voltaremos a encontrarmos um dia mais tarde", concluiu.

Recorde-se que há cerca de três dias, Tarrant publicou também imagens do seu armamento nas redes sociais.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)