Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Pai mata filho à facada durante visita parental e suicida-se em Espanha

Mãe deu o alerta às autoridades quando ex-marido não entregou o filho menor à hora estabelecida.
Correio da Manhã 26 de Julho de 2019 às 16:39
Polícia Nacional de Espanha
Jornalistas estavam sequestrados desde julho do ano passado
Polícia Nacional de Espanha
Polícia Nacional de Espanha
Jornalistas estavam sequestrados desde julho do ano passado
Polícia Nacional de Espanha
Polícia Nacional de Espanha
Jornalistas estavam sequestrados desde julho do ano passado
Polícia Nacional de Espanha
David SO, de 39 anos, matou o próprio filho de 10 anos à facada, suicidando-se de seguida em sua casa em Beniel, Murcia, Espanha. O caso ocorreu esta quinta-feira.

O homicida tinha sido condenado a uma pena suspensa, no início de junho por quebrar uma ordem de restrição que o obrigava a estar longe da sua ex-mulher, Elena, que já o tinha acusado de violência doméstica e coerção.

As autoridades locais foram alertadas por volta das 20h30 de quinta-feira de que uma criança não tinha sido entregue à mãe no horário estabelecido.

A polícia de Beniel deslocou-se de imediato à morada do pai do menino e quando chegaram ao local verificaram que a porta estava trancada, pelo que pediram a um serralheiro para abrir. Foi então que viram o corpo da criança no chão entre a casa de banho e o corredor, envolto numa enorme poça de sangue. Na cozinha estava o cadáver do pai, que se tinha enforcado.

David e Elena foram casados e tiveram dois filhos. Para além do mais novo, que acabou por morrer às mãos do pai, o ex-casal tem ainda um filho adolescente, prestes a atingir a maioridade. Os dois moravam em Beniel, a cerca de 100 metros um do outro.

Os menores moravam ambos com a mãe, que tinha acordado com o ex-companheiro um regime de visitas que ainda não tinha sido formalizado pelo Tribunal. David podia estar com os meninos às terças e às quintas-feiras.

De acordo com alguns vizinhos do homicida, citados pela imprensa espanhola, este andava muito "nervoso e fora de controlo" nos últimos dias. Um familiar distante contou ainda que este sofria de cancro.

O caso está a ser investigado pela polícia espanhola que abriu um processo pelo crime de homícidio.
Espanha David SO Murcia Beniel Elena
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)