Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Passageiro aterra em Los Angeles e fica de quarentena por suspeita de ter contraído coronavírus

Homem ficou de quarentena na noite de quarta-feira depois de chegar aos Estados Unidos.
Correio da Manhã 23 de Janeiro de 2020 às 18:39
China
China

Um passageiro que tinha acabado de chegar ao aeroporto de Los Angeles, nos EUA, foi hospitalizado de imediato por suspeitas de ter contraído o surto de coronavírus. Este é o último caso americano conhecido do vírus depois de três cidades chinesas estarem de quarentena.

Ainda não se sabe se o passageiro contraiu o vírus nem quais foram os sintomas. No entanto, o homem ficou de quarentena na noite de quarta-feira depois de chegar aos Estados Unidos.

O aeroporto de Los Angeles é um dos três aeroportos dos Estados Unidos da América que começaram a fazer um rastreio aos passageiros que entravam no país a partir de Wuhan, na China, onde mais de 20 pessoas morreram e centenas foram infetadas.

Um outro caso foi o de um homem de 30 anos em Everett, Washington. 16 pessoas encontram-se sob vigilância médica depois de entrarem em contacto com ele. No entanto, o chefe médico diz que o homem parece estar bem e que nenhuma pessoa sob vigilância tem sintomas.

O homem de 30 anos vive nos Estados Unidos e viajou para a zona de Wuhan mas não visitou os mercados de peixe e carne, onde as autoridades acreditam que esteja a fonte do surto.

Durante a semana, o presidente norte-americano, Donald Trump, disse que o vírus estava "completamente sob controlo" no país e que estava limitado apenas a "um paciente".

Vários aeroportos vão ter o auxílio dos Centros de Controlo e Prevenção de Doenças para apoiar o rastreio dos passageiros doentes e facilitar as possíveis quarentenas.

Los Angeles Estados Unidos da América Wuhan saúde doenças questões sociais doenças contagiosas coronavírus
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)