Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Polícia portuguesa esteve perto de confirmar o envolvimento dos pais no desaparecimento de Maddie

Madeleine McCann desapareceu sem deixar rasto em 2007, na Praia da Luz, no Algarve.
24 de Março de 2019 às 12:27
A carregar o vídeo ...
Madeleine McCann desapareceu sem deixar rasto em 2007, na Praia da Luz, no Algarve.
Na nova série da plataforma global, Netflix, baseada no desaparecimento de Madeleine McCann, o inspetor Gonçalo Amaral afirma que as autoridades portuguesas estiveram muito perto de acusar Gerry e Kate do desaparecimento da filha.

Madeleine McCann desapareceu sem deixar rasto em 2007, na Praia da Luz, no Algarve. O caso ganhou contornos mundiais e o documentário que estreou esta sexta-feira trouxe à tona vários enigmas, que passados 12 anos ainda estão por resolver.

Em depoimento ao longo da série,
 Gonçalo Amaral refere que Gerry e Kate estavam "muito assustados" antes de viajarem para o Reino Unido, situação que se deu quatro meses depois do desaparecimento de Maddie.

Durante o documentário, ex-inspetor da polícia judiciária revela que o casal fugiu à justiça portuguesa porque alegadamente estaria envolvido no desaparecimento da filha, na altura com três anos.

Muitas das acusações feitas pelo detetive são vistas pela imprensa britânica como "crueis".

Segundo o jornal Mirror, os advogados dos pais de Madeleine estarão atentos às afirmações de Gonçalo Amaral, com quem já travavam uma batalha judicial há cerca de oito anos - após o lançamento do livro "Maddie - A Verdade sobre a Mentira".
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)