Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

"Se não aparecer, chama a polícia", disse mulher antes de ser assassinada pelo ex-cunhado

Enfermeira avisou uma colega de trabalho que tinha medo do amante.
23 de Outubro de 2018 às 10:54
Samantha Eastwood
Samantha Eastwood
Samantha Eastwood
Samantha Eastwood
Samantha Eastwood
Samantha Eastwood

Uma mulher de 28 anos foi estrangulada até à morte pelo amante - e ex-cunhado - depois de uma discussão, em Baddeley Green, Stoke, a 27 de julho e o homicida confessou agora o crime.

O homicídio terá acontecido quando Samantha Eastwood afirmou que ia contar à mulher de Michael Stirling que eles mantinham uma relação extraconjugal.

Samantha Eastwood namorou vários anos com John Peake, o irmão de Katie (a mulher de Michael) de quem chegou a estar noiva. Seis meses após o fim do relacionamento, a enfermeira quis tornar público a relação extraconjugal com Michael, ameaçando-o que iria expor a situação a Katie, segundo avança o The Sun.

Devido às discussões constantes e alguns atos agressivos, a profissional de saúde manifestou o seu receio a alguns colegas de trabalho e amigos. "Se não aparecer no trabalho, chama a polícia", avançou Samantha a uma das suas colegas.

No dia do crime, a mulher estava atrasada para a entrada do seu turno no trabalho, o que levou a colega a quem tinha alertado a chamar a polícia. O corpo foi encontrado com marcas de estrangulamento, enterrado num terreno perto da habitação de Michael, a três de agosto.

Michael Stirling acabou por confessar o crime que vitimou Samantha e encontra-se agora preso preventivamente. Deverá conhecer a sentença a 3 de dezembro.

 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)