Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Tribunal Superior Eleitoral abre investigação sobre Bolsonaro

Magistrado Jorge Mussi atendeu ao pedido de Fernando Haddad que acusa o candidato de extrema-direita de montar uma organização criminosa.
20 de Outubro de 2018 às 09:41
Jair Bolsonaro
Fernando Haddad
Bolsonaro foi acusado por Haddad de fazer campanha de mensagens falsas
Jair Bolsonaro
Bolsonaro
Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro
Fernando Haddad
Bolsonaro foi acusado por Haddad de fazer campanha de mensagens falsas
Jair Bolsonaro
Bolsonaro
Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro
Fernando Haddad
Bolsonaro foi acusado por Haddad de fazer campanha de mensagens falsas
Jair Bolsonaro
Bolsonaro
Jair Bolsonaro
O magistrado brasileiro Jorge Mussi decidiu abrir uma investigação sobre Bolsonaro após o jornal a Folha de S. Paulo ter divulgado um esquema envio de centenas de milhões de mensagens através do Whatsapp com notícias falsas sobre Fernando Haddad.

Mussi atendeu ao pedido de Fernando Haddad que acusa o candidato de extrema-direita de montar uma organização criminosa para influenciar o resultado das presidenciais.

O magistrado deu início a um prazo de cinco dias para Jair Bolsonaro se defender e responder às questões feitas pela Ação de Investigação Judicial Eleitoral pedida pelo PT.

A reportagem do jornal brasileiro Folha de S. Paulo denunciou a compra, por parte de empresas, do  envio, através do Whatsapp, de centenas de milhões de mensagens e notícias falsas contra o candidato do Partido dos Trabalhadores (PT), Fernando Haddad.  O intuito era beneficiar o candidato do Partido Social Liberal, Jair Bolsonaro, na corrida à segunda volta das eleições no Brasil, marcada para o próximo dia 28 de outubro.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)