Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Trump apresenta "acordo do século" para o conflito israelo-palestiniano

Solução "realista" de dois Estado, Jerusalém como "capital indivisível de Israel" e, contraditoriamente, Jerusalém Oriental como capital da Palestina.
28 de Janeiro de 2020 às 18:04
Trump Netanyahu
Trump Netanyahu
"Esta é uma oportunidade histórica para os palestinianos conseguirem um Estado próprio". Foi desta maneira que o presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou o acordo de paz - que definiu como o "acordo do século" - para o conflito israelo-palestiniano. Ao seu lado, estava o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu.

Segundo Trump, o acordo apresenta uma "solução realista de dois estados", Jerusalém como "capital indivisível de Israel". De forma contraditória, os EUA prevêm abrir uma embaixada em Jerusalém Oriental, que seria a capital do futuro estado da Palestina.


Em atualização

Donald Trump Israel Estado Jerusalém Oriental Benjamin Netanyahu EUA
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)