Trump insiste em 'fake news' para falar sobre manifestações em França

Presidente dos EUA garantiu que nas ruas de Paris se gritou "Queremos Trump".
Por Cátia Andrea Costa / SÁBADO|08.12.18
  • partilhe
  • 1
  • +
O presidente dos EUA, Donald Trump, colou os protestos dos "coletes amarelos" em França a críticas aos acordos de Paris contra as alterações climáticas, considerando que o mesmo não funciona. Numa mensagem deixada na rede social Twitter, o chefe de estado norte-americano garantiu ainda que nas ruas onde decorreram protestos se ouviu gritar "Queremos Trump" - uma informação falsa baseada em filmes gravados por apoiantes de extrema-direita em Inglaterra.

"O acordo de Paris não funciona assim tão bem para Paris. Manifestações e tumultos por toda a França. As pessoas não querem pagar muito dinheiro, muito aos países subdesenvolvidos (que são governados de modo discutível), com o objectivo de talvez proteger o ambiente", escreveu Trump, na referida mensagem que acaba com o líder da Casa Branca a dizer que os manifestantes cantavam"Queremos Trump". "Amo França", rematou.




Esta não foi a primeira vez que Trump falou sobre o movimento. Na terça-feira, tinha ironizado sobre as concessões feitas pelo presidente francês, Emmanuel Macron, aos "coletes amarelos", considerando que o acordo de Paris estava condenado ao fracasso. E também aí destacou um tweet publicado por Charlie Kirk, activista conservador de direita, que garantia que se ouvia gritar pelo líder norte-americano nas ruas de Paris. A informação foi prontamente desmentida no Twitter por vários utilizadores que garantiam que não se ouviam elogios ao presidente dos EUA, sendo que também o serviço de fact checking da France Press garante que o vídeo em que se baseiam estas informações foi gravado durante um protesto da extrema-direita em Inglaterra pela libertação de Tommy Robinson, antigo líder da organização Liga de Defesa Inglesa

O movimento dos "coletes amarelos", que começou contra o aumento do preço dos combustíveis, juntou cerca de 31 mil pessoas em protestos em toda a França no quarto grande dia de manifestações. Segundo fonte policial, mais de 950 pessoas foram identificadas e 724 foram detidas.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!