Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Turquia levanta proibição ao uso do véu islâmico no exército

A revogação também abrange as estudantes das escolas militares.
22 de Fevereiro de 2017 às 17:07
Véu islâmico
Véu islâmico FOTO: Getty
As autoridades da Turquia decidiram suspender a proibição do uso do véu islâmico por mulheres que integram o exército daquele país, divulgou hoje a agência noticiosa pró-governamental Anadolu.

A revogação também abrange as estudantes das escolas militares.

A medida tinha um forte pendor simbólico, uma vez que pretendia ser um garante da laicidade do exército turco desde a fundação da República da Turquia por Mustafa Kemal Ataturk (o primeiro Presidente turco) em 1923.

Agora, as mulheres poderão, se assim o desejarem, usar um lenço "da mesma cor do uniforme", "sem desenhos" e "de forma que não tape o rosto", indicou a agência Anadolu, citando o Ministério da Defesa turco.

A nova medida abrange "mulheres oficiais que servem as forças do exército turco em terra, no mar e no ar, as oficiais e suboficiais a cumprir contrato, (...) e as mulheres cadetes", precisou.

Não é claro, até ao momento, se a nova medida é aplicável às mulheres que participam em missões de combate.

Esta reforma irá entrar em vigor após publicação no jornal oficial do executivo de Ancara.

Em novembro passado, o Ministério da Defesa turco já tinha levantado a proibição do uso do véu islâmico por funcionárias civis do exército.

Alguns meses antes, as mulheres que integram a polícia também já tinham sido autorizadas a usar o véu.

O Presidente islâmico-conservador Recep Tayyip Erdogan, o homem forte da Turquia desde 2003, é acusado frequentemente de querer islamizar a sociedade turca.

Erdogan autorizou o uso do véu islâmico nas universidades e no parlamento e, nos últimos dois anos, nos serviços da função pública e nos liceus, para o desespero dos partidários da República laica fundada por Ataturk.

Quando decidiram levantar a proibição em relação às forças policiais, as autoridades de Ancara argumentaram que vários países do Ocidente, como a Escócia ou o Canadá, já autorizavam as mulheres polícias a usar o véu.

O exército turco tem sido o bastião do laicismo na Turquia, mas a sua influência política tem vindo a diminuir fortemente desde o golpe militar falhado de 15 de julho do ano passado.

Após a tentativa de golpe, Ancara desencadeou uma purga em diversos organismos estatais e setores da sociedade turca, incluindo nas forças militares com a detenção de milhares de elementos, nomeadamente centenas de generais.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)