Venezuela expulsa cinco deputados europeus por "motivos conspirativos"

Regime impediu entrada do vice-presidente do PPE e comitiva.
Por Ricardo Ramos|19.02.19
  • partilhe
  • 1
  • +
O regime venezuelano impediu domingo a entrada no país de cinco deputados europeus que pretendiam encontrar-se com o líder opositor Juan Guaidó, alegando que a visita tinha "motivos conspirativos".

"Foi a experiência mais incómoda, desagradável e triste da minha vida", denunciou o vice-presidente do Partido Popular Europeu, o espanhol González Pons, ao aterrar esta segunda-feira em Madrid após a comitiva ter sido expulsa da Venezuela.

"Fecharam-nos numa sala pequena, confiscaram-nos os passaportes e expulsaram-nos sem explicar o motivo", acusou, afirmando que os funcionários venezuelanos tentaram separá-los, confiscar-lhes os telemóveis e obrigá-los a passar por um controlo de droga.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!