Venezuela reforça presença militar junto à fronteira com a Colômbia

Guaidó lidera uma operação para fazer chegar ao país ajuda humanitária enviada por uma coligação internacional.
11.02.19
  • partilhe
  • 0
  • +
A Venezuela mantém uma "presença [militar] reforçada" na fronteira com a Colômbia desde que começou a ser armazenada parte da ajuda humanitária na cidade limítrofe de Cúcuta, assegurou esta segunda-feira o ministro da Defesa venezuelano, Vladimir Padrino.

Em declarações aos jornalistas após participar numa cerimónia militar, o ministro da Defesa referiu-se a uma "presença reforçada em toda a fronteira, não pelo 'show' da ajuda humanitária (...) mas por todos os delitos que se cometem e todos os males provenientes da República da Colômbia".

Juan Guaidó, reconhecido pelos Estados Unidos e a maioria dos países da União Europeia (UE) como Presidente interino da Venezuela, lidera uma operação para fazer chegar à Venezuela ajuda humanitária enviada por uma coligação internacional.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!