Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
9

Marcelo em Cabo Verde: "O nosso coração está com os compatriotas em países com guerras ou crises"

Presidente da República agradeceu na segunda-feira aos cabo-verdianos residentes em Portugal e deixou uma mensagem especial para os emigrantes portugueses.
Lusa 11 de Junho de 2019 às 00:03
Marcelo em Cabo Verde
Marcelo em Cabo Verde
O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, é recebido pelo Presidente da República de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca
O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, é recebido pelo Presidente da República de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca
Marcelo em Cabo Verde
Marcelo em Cabo Verde
O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, é recebido pelo Presidente da República de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca
O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, é recebido pelo Presidente da República de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca
Marcelo em Cabo Verde
Marcelo em Cabo Verde
O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, é recebido pelo Presidente da República de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca
O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, é recebido pelo Presidente da República de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, agradeceu na segunda-feira aos cabo-verdianos residentes em Portugal e deixou uma mensagem especial para os emigrantes portugueses que vivem em países atravessados por guerras ou crises.

"Porventura, os problemas que mais nos afligem no dia a dia da responsabilidade política são aqueles que têm a ver com a sorte dos nossos compatriotas espalhados pelo mundo", afirmou o chefe de Estado, nas comemorações do 10 de Junho em Cabo Verde.

Numa cerimónia na Escola Portuguesa, na Cidade da Praia, em que também discursou o primeiro-ministro, António Costa, o Presidente da República referiu que nem todos os emigrantes portugueses "têm a felicidade de poder viver num país irmão que é excecionalmente bom anfitrião" como Cabo Verde.

"Há comunidades portuguesas que vivem em países atravessados por guerras ou por crises económicas ou financeiras, ou em que é muito difícil praticar a língua, integrar a cultura, ultrapassar situações sociais ou económicas", salientou.

Sem dar exemplos, Marcelo Rebelo de Sousa disse que "há preocupações e tristezas, há problemas na vida de tantas e tantos deles, que batem à porta quando menos se espera".

"O nosso pensamento e o nosso coração está com eles, neste momento", acrescentou Marcelo Rebelo de Sousa.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)