Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
8

Ana Gomes apresenta queixa contra subconcessão dos estaleiros de Viana

Queixa-crime contra incertos apresentada esta sexta-feira na Procuradoria-geral da República. (Atualizada às 20h28)
20 de Dezembro de 2013 às 16:24
Ana Gomes
Ana Gomes FOTO: Manuel Azevedo / Correio da Manhã

A eurodeputada Ana Gomes apresentou esta sexta-feira junto da Procuradoria-geral da República uma queixa-crime contra incertos, por causa da subconcessão dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC) ao grupo naval Ria/Martifer Energy, revelou a responsável.

EURODEPUTADA RECORRE A BRUXELAS

Ana Gomes solicitou esta sexta-feira à Comissão Europeia que ordene a suspensão da subconcessão dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC) ao grupo Navalria/Martifer Energy, na sequência da queixa-crime apresentada na Procuradoria-Geral de República (PGR).

"O que eu peço à Comissão, neste caso, é que tome uma decisão no sentido que seja imediatamente suspenso o processo de subconcessão", lançou a responsável, numa conferência de imprensa em Lisboa.

"Uma decisão inexistente da Comissão é invocada para mudar o processo de privatização para um processo de subconcessão. Peço uma intervenção rápida da Comissão", reforçou Ana Gomes que, hoje, apresentou junto da Procuradoria-geral da República (PGR) uma queixa-crime contra incertos por causa da subconcessão dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC) ao grupo Navalria/Martifer Energy.

EURODEPUTADA RECORRE A BRUXELAS

Ana Gomes solicitou esta sexta-feira à Comissão Europeia que ordene a suspensão da subconcessão dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC) ao grupo Navalria/Martifer Energy, na sequência da queixa-crime apresentada na Procuradoria-Geral de República (PGR).

"O que eu peço à Comissão, neste caso, é que tome uma decisão no sentido que seja imediatamente suspenso o processo de subconcessão", lançou a responsável, numa conferência de imprensa em Lisboa.

"Uma decisão inexistente da Comissão é invocada para mudar o processo de privatização para um processo de subconcessão. Peço uma intervenção rápida da Comissão", reforçou Ana Gomes que, hoje, apresentou junto da Procuradoria-geral da República (PGR) uma queixa-crime contra incertos por causa da subconcessão dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC) ao grupo Navalria/Martifer Energy.

ana gomes estaleiros viana do castelo PGR queixa-crima
Ver comentários