Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
4

Mário Centeno ataca PSD e critica proposta de descida do IVA na eletricidade

Ministro das Finanças afirma que as propostas de alteração ao Orçamento do PSD agravam o défice em 2,2 mil milhões de euros
Lusa 28 de Janeiro de 2020 às 14:12
Mário Centeno
Mário Centeno FOTO: José Sena Goulão/Lusa
O ministro de Estado e das Finanças afirmou esta terça-feira que as propostas de alteração ao Orçamento do PSD agravam o défice em 2,2 mil milhões de euros, acusando os sociais-democratas de baterem todos os partidos em "irresponsabilidade".

Mário Centeno fez estas críticas ao PSD no almoço de abertura dos Jornadas Parlamentares do PS, em Setúbal, visando sobretudo a medida dos sociais-democratas em que se propõe uma descida do IVA da eletricidade para consumo doméstico de 23 para 6% a partir de julho.

"O exemplo mais paradigmático e novo é o PSD, que diz que é contra a despesa permanente e estrutural prevista no Orçamento, que diz que o ajustamento estrutural é frágil e está sujeito a riscos externos e que diz que tudo é obra da conjuntura externa, mas que, na segunda-feira, fez uma confirmação. O PSD apresentou dezenas de propostas que ou têm menos receita ou têm mais despesa", acusou.

Segundo Mário Centeno, se o conjunto das propostas do PSD fosse aprovado, "agravaria o défice em 2,2 mil milhões de euros".

"Aumentariam a despesa do Estado em mais ou menos mil milhões de euros e reduziriam a receita em mais ou menos mil milhões de euros", especificou o ministro de Estado e das Finanças.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)