Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
1

Novo partido Aliança põe três músicas a votação para hino

Ex-autarca Carlos Pinto e os fadistas José da Câmara e António Pinto Basto são os autores e já há um favorito. Veja os vídeos.
Lusa 9 de Fevereiro de 2019 às 20:19
Dirigente da Aliança no primeiro congresso do partido
Santana Lopes no Congresso do partido Aliança
Santana Lopes no Congresso do partido Aliança
Santana Lopes no Congresso do partido Aliança
 Congresso do partido Aliança, em Évora
Dirigente da Aliança no primeiro congresso do partido
Santana Lopes no Congresso do partido Aliança
Santana Lopes no Congresso do partido Aliança
Santana Lopes no Congresso do partido Aliança
 Congresso do partido Aliança, em Évora
Dirigente da Aliança no primeiro congresso do partido
Santana Lopes no Congresso do partido Aliança
Santana Lopes no Congresso do partido Aliança
Santana Lopes no Congresso do partido Aliança
 Congresso do partido Aliança, em Évora
Um dos momentos do I Congresso Nacional da Aliança foi a apresentação dos três hinos que estão agora a concurso e sujeitos à votação dos delegados, mas existe um que já convenceu os presentes.

Depois de os delegados presentes na Arena d'Évora se terem apresentado um a um - dizendo o nome e de que distrito vieram -, e depois de um momento mais burocrático de aprovação dos estatutos e declaração de princípios do partido, houve lugar para um momento mais descontraído.

Coube ao diretor executivo do partido, Luís Cirilo, apresentar as canções candidatas a hino oficial da Aliança, e o antigo secretário-geral adjunto do PSD sacou logo uma gargalhada da sala, afirmando que não havia lugar a preocupações dado que não seria ele a cantar.

As três canções são assinadas pelo antigo presidente da Câmara Municipal da Covilhã, e antigo nome do PSD, Carlos Pinto, pelos fadistas José da Câmara e António Pinto Basto.

Se as duas primeiras mereçam palmas pouco entusiasmadas da sala, a terceira arrebatou os presentes, que bateram palmas ao longo dos dois minutos e 30 segundo que dura a canção.







No final, e como se a música já fosse o hino oficial da Aliança, os congressistas levantaram-se e começaram a gritar o nome do partido, adotando o sinal do 'v' feito com os dedos indicador e médio, bem conhecido de Santana Lopes, o líder do partido.

A música, que se assemelha a uma marcha, arranca com as seguintes palavras: "Aliança, Aliança será boa esperança na terra e no mar; Aliança, Aliança, novo rumo, Portugal a chamar".

"Aliança, Aliança será, porque o povo quer acreditar na mudança, nesta aliança, pelo futuro ousar, ousar", ouve-se no refrão.

Os congressistas poderão agora votar, de forma eletrónica, na sua canção favorita mas o vencedor não será conhecido neste congresso, mas sim nas próximas semanas, disse à Lusa fonte oficial do partido.

Mas momento musical não se esgotou nos hinos. No primeiro congresso realizado no Alentejo ouviu-se também cante alentejano, pelas vozes dos homens que constituem o Grupo Coral dos Cantadores do Desassossego, que em Évora cantaram "O Castelo de Beja".
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)