Sub-categorias

Notícia

Rio concorda com reforço de verbas na Defesa

O presidente do PSD salientou que a verba em causa "não é astronómica, mas pesa no Orçamento do Estado".
Por Lusa|12.07.18
  • partilhe
  • 0
  • +

O presidente do PSD manifestou esta quinta-feira concordância com o aumento da despesa nacional com Defesa, salientando que se insere numa estratégia europeia, e revela que o Governo acertou com os sociais-democratas a posição que levaria à cimeira da NATO.

Num almoço-debate do Fórum de Administradores e Gestores de Empresas, em Lisboa, Rui Rio fez as contas e avaliou em cerca de 700 milhões de euros por ano o custo deste aumento a nível nacional, dizendo que terá de ser "o PS a resolver" eventuais problemas orçamentais com os seus parceiros à esquerda.

"O Governo concertou com o PSD, avisou o PSD que ia tomar essa posição no quadro de uma cooperação que há em matéria de defesa e negócios estrangeiros, que não é entre o atual PSD e o atual Governo, mas entre Governo e oposição", afirmou, no final do almoço, em declarações aos jornalistas.

O presidente do PSD salientou que a verba em causa "não é astronómica, mas pesa no Orçamento do Estado".

"Da nossa parte, pensamos que devemos estar na NATO e integrados na estratégia europeia para a NATO, aumentar a despesa e até alterar a sua composição, no sentido de ser mais operacional e menos administrativa", assegurou.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!