Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
9

Sócrates mantém visita à China

Faltam onze dias para que o primeiro-ministro, José Sócrates, visite a República Popular da China, uma viagem que esteve em risco de ser adiada “por incompatibilidades de agenda”. A visita oficial, marcada para de 30 de Janeiro a 4 de Fevereiro, coincidirá com a viagem do presidente chinês, Hu Jintao, a África.
19 de Janeiro de 2007 às 00:00
Sócrates mantém visita à China
Sócrates mantém visita à China FOTO: Inácio Rosa, Lusa
Ao longo de seis dias o primeiro-ministro português estará em Pequim, Xangai e Macau acompanhado por cerca de 60 empresários com interesses no mercado chinês.
Durante a visita, Sócrates encontrar-se-á com o primeiro-ministro chinês, Wen Jiabao, e com o presidente da Região Administrativa Especial de Macau, Edmund Ho.
O encontro entre Sócrates e Hu Jintao só acontecerá em Novembro, durante a cimeira entre a China e a UE, a qual Portugal presidirá a partir de 1 de Julho.
O objectivo da visita à China consiste no “reforço das relações políticas e económicas” entre os dois países, conforme se lê no comunicado enviado ontem pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros.
Portugal tem estado em negociações com Pequim para fechar acordos “aos níveis aduaneiro, da dupla tributação e bilateral”, explicou José Sócrates durante um encontro com empresários, no início do mês.
De acordo com fonte do Executivo, a área das tecnologias de informação e comunicação é uma das que oferece maiores oportunidades de expansão no mercado chinês, o terceiro de Portugal fora da UE e o décimo a nível global.
O governo chinês confirmou ontem que o presidente Hu Jintao vai visitar oito países africanos, entre eles a África do Sul e o Sudão, sem, no entanto, adiantar datas. Antes da viagem ao país asiático, Sócrates visitará a Argélia, no próximo domingo e segunda-feira.
Balanço da Índia
Ontem, José Sócrates e o Presidente da República reuniram-se depois de uma interrupção de uma semana devido à viagem de Estado de Cavaco Silva à Índia. À chegada a Portugal, por volta da 01h30, o Presidente da República mostrou uma grande satisfação, acreditando que a viagem projectou o País como uma plataforma de acesso aos mercados da UE, Brasil e África.
Durante a visita, Cavaco Silva encontrou-se com colegas de faculdade e pessoas que conheceu durante os anos em que desempenhou o cargo de primeiro-ministro.
Das autoridades indianas, o Presidente recebeu dois turbantes – um em Nova Deli e outro em Bangalore, a primeira e a última cidades, respectivamente, onde Cavaco Silva esteve – assim como dois álbuns de fotografias. O Presidente recebeu também em Bangalore um telemóvel oferecido pelo primeiro-ministro do Estado de Ontário, Canadá, Dalton McGuinty.
OS RESPONSÁVEIS CHINESES
HU JINTAO
Hu Jintao assumiu o poder em 2003. Com interesses em África, principalmente no petróleo do Sudão, realizará o segundo périplo africano em menos de um ano.
WEN JIABAO
Primeiro-ministro chinês desde Março de 2003, defende o reforço das relações entre a China e os países europeus. Visitou Portugal em Dezembro de 2005.
EDMUND HO
Estudou Economia e Negócios. Tornou-se presidente da Região Administrativa Especial de Macau em 1999 substituindo o general português Vasco Rocha Vieira.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)