Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Sequestra jovem e aponta arma

Daniel Simão foi agredido com bastão. Fugiu por distração do agressor e encontrou ajuda.
Ana Borges Pinto 28 de Março de 2015 às 20:02
Daniel Simão, de 17 anos, dificilmente vai esquecer a noite de quinta-feira: foi sequestrado, violentamente agredido e teve várias vezes uma arma apontada à cabeça.
Apontou-me uma arma e obrigou-me a entrar para uma carrinha". Assim começou o pesadelo que Daniel Simão, de 17 anos, viveu na quinta-feira à noite, em Bragança. Foi sequestrado e violentamente agredido por um homem que apenas diz conhecer de vista.

"Estava junto a um café quando ele me ameaçou e eu entrei para a carrinha. Sentei-me no banco do pendura e ele nem me disse para onde me levava", contou Daniel ao CM. Já fora da cidade e numa estrada nacional, a carrinha parou. "Mandou-me sair e agrediu-me. Apontou-me a arma à cabeça, enquanto me batia com um bastão", referiu.

Daniel aproveitou uma distração do agressor para fugir. "Disparou tiros para o ar, eu escondi- -me no meio das árvores até ele ir embora e, depois, fui a pé pedir ajuda a uma casa", concluiu o jovem, que garante desconhecer os motivos da agressão. Sofreu ferimentos na cabeça e nas costelas. Apresentou ontem queixa à GNR. O caso está agora sob a alçada da PJ de Vila Real.
sequestro jovem arma PJ Vila Real crime lei e justiça polícia agressão
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)