Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Retirado corpo de jovem de 23 anos que morreu soterrada em restaurante na Madeira

Carina Marlene foi atingida pelas pedras. Era cozinheira do estabelecimento.
16 de Fevereiro de 2019 às 13:59
Retirado corpo de jovem de 23 anos que morreu soterrada em restaurante na Madeira
Retirado corpo de jovem de 23 anos que morreu soterrada em restaurante na Madeira
Carina Marlene, jovem desaparecida na Madeira
Carina Marlene, jovem desaparecida na Madeira
Carina Marlene, jovem desaparecida na Madeira
Retirado corpo de jovem de 23 anos que morreu soterrada em restaurante na Madeira
Derrocada atinge restaurante na Madeira e deixa jovem de 23 anos soterrada
Derrocada atinge restaurante na Madeira e deixa jovem de 23 anos soterrada
Retirado corpo de jovem de 23 anos que morreu soterrada em restaurante na Madeira
Retirado corpo de jovem de 23 anos que morreu soterrada em restaurante na Madeira
Carina Marlene, jovem desaparecida na Madeira
Carina Marlene, jovem desaparecida na Madeira
Carina Marlene, jovem desaparecida na Madeira
Retirado corpo de jovem de 23 anos que morreu soterrada em restaurante na Madeira
Derrocada atinge restaurante na Madeira e deixa jovem de 23 anos soterrada
Derrocada atinge restaurante na Madeira e deixa jovem de 23 anos soterrada
Retirado corpo de jovem de 23 anos que morreu soterrada em restaurante na Madeira
Retirado corpo de jovem de 23 anos que morreu soterrada em restaurante na Madeira
Carina Marlene, jovem desaparecida na Madeira
Carina Marlene, jovem desaparecida na Madeira
Carina Marlene, jovem desaparecida na Madeira
Retirado corpo de jovem de 23 anos que morreu soterrada em restaurante na Madeira
Derrocada atinge restaurante na Madeira e deixa jovem de 23 anos soterrada
Derrocada atinge restaurante na Madeira e deixa jovem de 23 anos soterrada
Uma jovem de 23 anos morreu este sábado na Calheta, na Madeira, na derrocada que atingiu o restaurante Rocha Mar, onde trabalhava como cozinheira, confirmaram os bombeiros. A operação de retirada das pedras que caíram sobre o estabelecimento ainda decorria durante a noite, com o corpo de Carina Marlene a ser retirado do local cerca das 23h30.

A vítima mortal é uma funcionária do restaurante, natural daquele concelho, que foi atingida pelas pedras que caíram na área da cozinha, tendo ficado soterrada.

A derrocada aconteceu cerca das 13h15 e caiu sobre um restaurante situado junto à marginal da Calheta, numa extremidade da escarpa onde decorrem obras de consolidação por um período de três meses, até ao final de março.

Os trabalhos motivaram o encerramento temporário dos restaurantes da Marina da Calheta, que fica no sopé a escarpa, que se estende ao longo da avenida marginal da vila, mas o que hoje foi atingido continuou a funcionar normalmente.

O proprietário do restaurante, Manuel Jardim Barbosa, disse à agência Lusa que não compreende porque motivo o projeto de consolidação da escarpa não incluiu também aquela área, afirmando que avisou as autoridades, mas "não fizeram nada".

Antes da entrada em ação das máquinas para remover as pedras, a zona foi intervencionada pelo Governo Regional da Madeira, que fizeram cair mais algumas pedras para assim garantir a segurança das equipas de resgate que estão neste momento a trabalhar.

O presidente do Serviço de Proteção Civil da Madeira, José Dias, e o secretário regional da Saúde, Pedro Ramos, estão no local a acompanhar os trabalhos.
Calheta Madeira derrocada
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)