‘Ases’ da canábis detidos na Irlanda

Seis portugueses e casal irlandês caçados em Dublin e Lisboa.
Por João Carlos Rodrigues|17.03.19
Redes de tráfico de Portugal e da Irlanda estarão a trabalhar em conjunto e até a partilhar ‘conhecimentos’. As detenções de seis portugueses que viajaram para Dublin para ensinar a construir estufas de canábis e de um casal irlandês caçado em Lisboa após dois anos em fuga são os dois últimos casos conhecidos.

De acordo com as autoridades irlandesas, na primeira semana de março foram presos seis portugueses que tinham sido contratados por um dos principais traficantes de Dublin, que tem ligações ao grupo mafioso de Liam Byrne, o braço armado do cartel de Kinahan, uma das organizações criminosas com mais peso naquele país.

Os seis portugueses – com idades entre os 17 e os 45 anos – viajaram propositadamente para montar uma estufa de produção de droga no centro de Dublin. Para o efeito usaram um ginásio desativado, onde instalaram um sistema que incluía uma incubadora de plantas e diversas salas para os diferentes estágios de crescimento.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!