Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Assalto à bomba rende 40 mil euros

Quatro ladrões rebentaram multibanco em Murtal, Parede.
Miguel Curado 8 de Julho de 2016 às 08:29
Roubo ocorreu de madrugada na rua António Seco, em Murtal, Cascais. Fugiram com duas caixas metálicas
Roubo ocorreu de madrugada na rua António Seco, em Murtal, Cascais. Fugiram com duas caixas metálicas FOTO: Inês Lourenço
O silêncio no centro de Murtal, Parede, no concelho de Cascais, na madrugada de ontem, foi interrompido pela travagem de um carro preto. Quatro homens saíram da viatura e entraram num estabelecimento comercial por uma janela.

Introduziram gás butano numa caixa multibanco, que rebentou com violência. O gang deitou mãos a duas malas metálicas, com cerca de 40 mil euros, fugindo, de seguida, no mesmo veículo.


O roubo ocorreu às 04h10 e rapidamente atraiu a atenção dos moradores da rua António Seco. Testemunhas no local contaram ao CM que o automóvel dos assaltantes voltou atrás após a fuga e que os ladrões usaram o que aparentou ser um extintor para espalhar pó branco no passeio da rua e na janela do estabelecimento comercial. Fonte policial disse ao CM que os ladrões terão recorrido a este estratagema para apagarem eventuais vestígios que tenham deixado para trás.

A PSP da Parede enviou de imediato uma patrulha, que chegou ao local pouco depois depois de o carro do gang ter escapado.

A explosão provocada pelo grupo causou danos no interior do estabelecimento comercial – sobretudo numa antiga papelaria, que iria reabrir em breve como lavandaria.

Cátia Tavares, comerciante, explicou ao CM que o multibanco servia os habitantes de Murtal e Caparide, "que agora terão de ir à Parede para levantar dinheiro". A Unidade Nacional de Contraterrorismo da Polícia Judiciária investiga.
Parede Cascais PSP Unidade Nacional de Contraterrorismo Polícia Judiciária asssalto explosão multibanco
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)