Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Câmara ameaça com despejos

Os quatro operadores – Algartalhos (firma Francisco Baptista Lda), Restaurante ‘O Farol’, Cafetaria ‘Gago’ e Cafetaria ‘Com Creme Café’ (firma Lígia Santos Lda) – que operam no Mercado Municipal de Faro (MMF), vão ser alvos de acção de despejo movidas pela Administração do Mercado Municipal E M.
24 de Agosto de 2011 às 00:30
Diferendo entre a empresa municipal do Mercado Municipal de Faro e comerciantes em tribunal
Diferendo entre a empresa municipal do Mercado Municipal de Faro e comerciantes em tribunal FOTO: Nuno Jesus

 

"Não aceitaram a renegociação das taxas de utilização e rescindimos os contratos em vigor. Através de uma providência cautelar, no Tribunal Administrativo de Loulé, adiaram essa decisão", explica Francisco Paulino, presidente do Conselho de Administração do MMF.

"Recorremos para o Tribunal Central Administrativo do Sul, que já confirmou a falta de legitimidade da firma Francisco Baptista Lda em prosseguir com a ocupação ilegal do espaço", diz Francisco Paulino, que afirma "estar certo que o decurso das outras três acções judiciais confirmará, igualmente, razão da administração do MMF. "Os quatro operadores estão ilegais. Terão de sair", garante o administrador.

Rui Viegas, da firma Francisco Baptista Lda, salienta ter um contrato válido até 2025. "Esperamos as decisões dos tribunais, pois não aceitamos o aumento mensal de 320 para 1150 euros", refere.

FARO CÂMARA MERCADO MUNICIPAL DESPEJOS
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)