Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Carro de procuradora usado para assaltos

Viatura foi roubada junto a uma casa e usada para fazer assaltos armados e um carjacking .
Ana Palma e Rui Pando Gomes 26 de Dezembro de 2016 às 08:42
Suspeitos foram detidos pela GNR em agosto  de 2013
Suspeitos foram detidos pela GNR em agosto de 2013 FOTO: Joaquim José
Um gang violento usou um carro de uma procuradora do Ministério Público para fazer roubos, entre eles um carjacking. Os seis homens e uma mulher estão a ser julgados no Tribunal de Portimão por crimes de roubo, furto, detenção de arma proibida, tráfico de droga e recetação.

O gang foi desmantelado em agosto de 2013, seis meses depois de ter começado a ser investigado pelo Núcleo de Investigação Criminal da GNR de Albufeira. Quatro dos suspeitos foram detidos numa megaoperação que envolveu buscas em quatro casas de Quarteira, numa loja e em quatro viaturas. Na altura, a GNR apreendeu armas, dinheiro, droga e objetos furtados.

Um dos carros roubados, um BMW, ao que o CM apurou, pertencia a uma procuradora do Ministério Público. Foi usado no carjacking de um Mercedes, na Praia da Galé. Também terá sido usado num assalto armado a um restaurante de Quarteira e em furtos a garrafeiras em Vale do Lobo e em Albufeira.

Todos os arguidos são residentes em Quarteira. Os crimes começaram em março de 2013, com um assalto a uma casa no Cerro Grande, Albufeira, de onde furtaram, além de muito ouro e de uma caçadeira, um BMW. O dono do carro ia entrar na sua casa quando foi agarrado por trás pelos arguidos e obrigado a entregar as chaves. Os suspeitos fugiram com a viatura.

O julgamento do grupo está a decorrer no Tribunal de Portimão e prossegue no próximo dia 17 de janeiro.
Ver comentários