Condenados a penas até dez anos por corrupção com cartas de condução

Cinco homens condenados no Tribunal de Braga. Fábio Coentrão foi um dos clientes da rede que pagou para ter a carta.
Por Lusa|23.05.18

O Tribunal Judicial de Braga condenou etsa quarta-feira a prisão efetiva cinco dos 47 arguidos num processo de corrupção com cartas de condução, sendo a pena mais elevada de dez anos.

As outras penas de prisão efetiva variam entre os quatro anos e três meses e os sete anos.

Todos os arguidos condenados a prisão efetiva eram examinadores no Centro de Exames de Vila Verde da Associação Nacional Industriais de Ensino Condução Automóvel (ANIECA).

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!