Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

CRIANÇA DEFICIENTE AFOGADA EM TANQUE

Uma menina de seis anos morreu vítima de afogamento num tanque de lavar roupa em Geraz do Lima, Viana do Castelo. A criança foi encontrada ainda com vida pelo avô, mas não conseguiu resistir, apesar dos esforços desenvolvidos no local por uma equipa de emergência médica.
15 de Maio de 2004 às 00:00
Segundo foi possível apurar, Daniela Oliveira, uma deficiente profunda, saltou a vedação do terraço onde o avô a tinha deixado temporariamente e, por volta das 21h30 de anteontem, foi em direcção ao tanque em cimento.
“Provavelmente, ter-se-á colocado de joelhos em cima de uma das paredes do tanque, que estava cheio de água, escorregou e caiu de cabeça”, afirmou ao CM o avô, Amadeu Oliveira, que vive em casa, no lugar de Mondim, com a filha – que sofre também de deficiência – e uma cunhada acamada de 80 anos.
Amadeu Oliveira explicou que “no fim do jantar, enquanto a mãe da menina estava a lavar louça”, foi arranjar uns papéis e deixou a Daniela “no terraço, a brincar com uma lista telefónica para ela rasgar as folhas”.
Só quando a mãe da criança, Maria Julina (que tem uma outra filha com 30 anos de idade), acabou de lavar a louça e perguntou pela filha, o avô se apercebeu da ausência da criança, utente da Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental (APPACDM).
“Não sei como se lembrou de saltar o terraço; ainda por cima só há pouco tempo é que começou a andar”, lamentou o avô, que se dirigiu imediatamente ao tanque, onde encontrou a menina com as pernas para cima e de fora do tanque, a cabeça submergida na água e as mãos ainda em movimento, presumivelmente para tentar levantar-se.
Depois do avô retirar a criança da água e gritar por ajuda, uma equipa de emergência com um médico e um enfermeiro ainda procederam a operações de reanimação avançada durante 20 minutos. A menina foi transportada ainda com vida ao Centro Hospitalar de Viana, mas acabou por morrer na madrugada de ontem.
“Só tenho a dizer bem de todos os que tentaram lutar para salvar a minha neta. Fizeram de tudo e não se pouparam a esforços, mas, se calhar, era o destino que já estava traçado”, desabafou Amadeu Oliveira.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)