Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Disparam queixas por cibercrime na Comarca de Lisboa em 2020

No ano passado, no entanto, decresceram as acusações feitas pelos magistrados da capital.
Miguel Curado 8 de Março de 2021 às 18:47
Computador
Computador FOTO: Getty Images

O Ministério Público (MP) da Comarca de Lisboa registou 6676 denúncias por crimes informáticos em 2020, um aumento de 15% (mais 998) face a 2019. No ano passado, no entanto, decresceram as acusações feitas pelos magistrados da capital.

Assim, se 2019 terminou com 84 despachos acusatórios por crimes tão diversos como falsidade ou sabotagem informática, e viciação ou destruição de dados, no ano passado apenas foram deduzidas 68 acusações.

Em 2020, as denúncias por burla informática e nas comunicações representaram 90% do total. Seguiu-se a grande distância (apenas 4% das queixas formuladas) o crime de acesso ilegítimo a dados informáticos. A maioria das condenações em tribunal em 2020, 35, foram igualmente por burla informática. O MP de Lisboa frisa ainda no balanço estatístico de 2020 o aumento das burlas com a aplicação informática MBway, com a entrada de 307 queixas.

Comarca de Lisboa Ministério Público Lisboa crime lei e justiça questões sociais crime crime informático
Ver comentários