Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Doente roubada em ambulância

Uma doente, de 60 anos, queixa-se de lhe terem furtado 255 euros da carteira, quando foi transportada ao Hospital de Santarém, e suspeita de uma bombeira dos Voluntários de Salvaterra de Magos. O inquérito interno foi arquivado, mas a corporação enviou o processo para o Ministério Público de Benavente.
25 de Outubro de 2011 às 01:00
Maria Caneira diz que o dinheiro foi retirado da sua carteira durante a deslocação ao hospital
Maria Caneira diz que o dinheiro foi retirado da sua carteira durante a deslocação ao hospital FOTO: RUI MIGUEL PEDROSA

Maria Caneira, de Glória do Ribatejo, foi transportada para o hospital a 29 de Maio. Passados oito dias, em casa, quis dar dinheiro à filha, mas verificou que tinha desaparecido. "No caminho, a bombeira avisou-me que havia muitos furtos no hospital – para eu ter cuidado – e que quando chegasse tinha de ir à casa de banho. Só no fim é que me entregou a carteira, no hospital", conta a queixosa.

O comandante dos bombeiros, José Alberto, destaca que foi a corporação a participar ao MP, a 7 deste mês – o que a queixosa ainda não fez –, adiantando que o inquérito "não chegou a uma conclusão". "Não há provas e não somos a polícia", refere.

A bombeira, 20 anos, nega as acusações e diz que a conversa na ambulância "foi iniciada" por Maria Caneira.

Afirma-se pronta para explicar tudo em tribunal. Posição idêntica tem o seu colega, motorista, 31 anos, que não notou "nada de estranho" durante o serviço.

Salvaterra de Magos DOENTE ROUBO AMBULÂNCIA
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)