Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Doze anos de prisão por matar rival à porta de bar em Sintra

Kenedy, de 27 anos, morreu quando protegia um amigo.
Magali Pinto e Tânia Laranjo 16 de Janeiro de 2019 às 09:04
Tribunal de Sintra
Algemas
Detido
Tribunal de Sintra
Algemas
Detido
Tribunal de Sintra
Algemas
Detido
O homicídio à facada aconteceu em setembro de 2017 em Vale Mourão, Rio de Mouro, mas o acórdão só foi conhecido agora no Tribunal de Sintra - 12 anos de cadeia para o autor do golpe mortal.

A vítima, Kenedy Brito, tinha 27 anos e morreu a proteger um amigo durante uma rixa violenta à porta de um bar.

Eram três arguidos que estavam acusados de homicídio, no entanto apenas um - de 22 anos -foi considerado o autor da facada mortal. Os outros dois foram condenados por ofensas à integridade física, sujeitos a penas entre os 12 e os 17 meses de prisão suspensa - ficam, portanto, em liberdade.

Kenedy Brito, a vítima, tinha uma filha menor. Ainda lutou pela vida, mas acabou por não resistir aos ferimentos graves provocados pela facada na zona do abdómen.

O coletivo de juízes considerou que "são prementes as exigências de prevenção geral, no sentido de repor a confiança dos cidadãos, porquanto está desde logo em causa a norma que pune o crime de homicídio, na medida em que a vida é o bem supremo por excelência, para além do alarme social gerado por crimes desta natureza", escreveram os magistrados.
Ver comentários