Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Empresário acusa congregação religiosa de burla de milhões de euros

Rogério Guimarães criou a fundação Lusitânia em conjunto com a Congregação do Santíssimo Redentor.
23 de Maio de 2019 às 21:24
A carregar o vídeo ...
Rogério Guimarães criou a fundação Lusitânia em conjunto com a Congregação do Santíssimo Redentor.

O Investigação CM desta quinta-feira conta a história de Rogério Guimarães, o empresário que criou a fundação Lusitânia em 2009, em conjunto com a Congregação do Santíssimo Redentor. Este homem doou três propriedades à fundação, com o objetivo de desenvolver projetos de combate à pobreza.

Rogério Guimarães diz agora que a congregação se apropriou de tudo, sem dar qualquer explicação, e que o deixou na miséria.

O empresário afirma que foi alvo de uma burla, já que a congregação não lhe devolveu os imóveis que ele próprio dooou com um fim preciso.

O caso, que já está nas mãos do Papa Francisco, foi participado ao Ministério Público pelo empresário e está a ser investigado pelo departamento de investigação e ação penal do porto.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)