Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Estado paga 12 mil euros à hora por três helicópteros Kamov

Valor é mais do dobro do contrato anterior com a Heliportugal.
12 de Setembro de 2018 às 09:44
Helicóptero Kamov
Helicóptero Kamov
Helicóptero Kamov
Helicóptero Kamov
Kamov
Helicóptero Kamov
Helicóptero Kamov
Helicóptero Kamov
Helicóptero Kamov
Kamov
Helicóptero Kamov
Helicóptero Kamov
Helicóptero Kamov
Helicóptero Kamov
Kamov
A Heliportugal voltou a ser contratada pelo Governo, para fazer frente aos incêndios desta época do ano, por 12 mil euros à hora. De acordo com uma investigação levada a cabo pela TVI, o valor deste contrato, suportado pela Estado português, é mais do dobro do contrato anterior. Contrato esse polémico devido à denúncia de várias irregularidades por parte da empresa.

A Heliportugal encontra-se atualmente em tribunal após terem sido detetadas várias irregularidades no contrato anterior - celebrado em 2007, quando António Costa desempenhava o cargo de Ministro da Administração Interna - entre o Governo e a empresa. 

O aluguer de três helicópteros Kamov, a operar entre julho e outubro, custou ao Estado 3,6 milhões de euros. 

O primeiro contrato foi denunciado pelo Estado em 2014, alegando incumprimento da Heliportugal.

A TVI avança ainda que foram ainda encontradas mais de 200 irregularidades nestes helicópteros, desde danos em peças estruturais a reparações feitas com paus e arames.
Kamov Ministro da Administração Interna Heliportugal Estado Governo TVI António Costa
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)