Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

EXPLORAÇÃO DE ARGILA GERA PROTESTO

Os habitantes do Outeiro da Cabeça, Torres Vedras, estão contra um projecto de extracção de argila de 21 hectares alegando que vai impedir o crescimento da povoação e destruir a barreira que os protege dos cheiros do aterro.
10 de Outubro de 2004 às 09:37
Numa sessão pública, organizada pela junta de freguesia sexta-feira à noite, foi posta a circular uma petição onde é dito que, se o projecto da empresa Cerâmica da Floresta for aprovado, haverá "estrangulamento da expansão da malha urbana da freguesia com prejuízo para a fixação da população".
"A eliminação do que hoje constitui uma barreira natural de protecção da população em relação ao aterro sanitário, em funcionamento junto à área de intervenção proposta, com consequentes danos para a qualidade do ar da zona envolvente", é outro argumento apresentado na petição.
De acordo com o estudo de impacte ambiental, estima-se que a produção anual da pedreira atinja as 140 mil toneladas. O tempo de vida da exploração é de 37,3 anos.
O estudo, que está em discussão pública até quinta-feira, refere que o projecto se localiza junto à sede da freguesia e que a extracção só será feita nos meses de tempo seco entre Maio e Setembro.
Segundo o presidente da junta de freguesia local, José Manuel Antunes, "a dimensão do projecto é de tal modo grande que vai modificar muitas coisas na freguesia entre elas uma nova zona habitacional prevista no Plano Director Municipal.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)