Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Falha de motor na origem de aterragem de emergência de aeronave em Avis

Piloto ficou com ferimentos ligeiros na sequência do incidente.
29 de Maio de 2019 às 18:27
GNR
GNR
GNR
GNR
GNR
GNR
GNR
GNR
GNR
A aterragem de emergência de uma aeronave de instrução esta quarta-feira em Avis (Portalegre) terá sido motivada por uma falha de motor, disse fonte do Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves e de Acidentes Ferroviários (GPIAAF).

A mesma fonte indicou à agência Lusa que o piloto, de 26 anos e de nacionalidade francesa, efetuou a aterragem de emergência "cumprindo com os procedimentos".

Segundo a fonte do GPIAAF, o piloto, único ocupante da aeronave, frequenta a academia L3 Commercial Training Solutions (L3 CTS), com sede no Aeródromo Municipal de Ponte de Sor.

Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Portalegre disse à Lusa que o piloto sofreu ferimentos ligeiros, mas não necessitou de ser encaminhado para nenhuma unidade hospitalar.

"Tinha apenas ferimentos ligeiros, mas por precaução foi também chamada ao local a ambulância de Suporte Imediato de Vida (SIV) de Estremoz", acrescentou.

O alerta para o acidente aéreo foi dado às 10h21, indicou a fonte.

A aeronave de instrução aterrou de emergência junto à estrada municipal 1065, na zona de Benavila, no concelho de Avis.

Contactado pela Lusa, o presidente da Câmara de Avis, Nuno Silva, relatou que a aterragem ocorreu num "descampado", junto a terrenos pertencentes à Fundação Abreu Callado.

"As informações que eu tenho é que o piloto, único ocupante da aeronave, está bem e que o avião também não tinha muitos danos", disse.

As operações de socorro mobilizam 12 operacionais e cinco viaturas dos bombeiros e da GNR.
Avis Aeronaves CDOS Benavila GNR acidentes e desastres
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)