Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Família foi agredida por causa de cadela

Os agressores - pai e filho - são vizinhos das vítimas.
Fátima Vilaça 22 de Março de 2016 às 12:04
Jorge Machado foi brutalmente espancado à frente da mãe, Madalena Ferreira, que foi esbofeteada
Jorge Machado foi brutalmente espancado à frente da mãe, Madalena Ferreira, que foi esbofeteada FOTO: DR
"Se não fosse o vizinho ter acudido, eles matavam o meu filho." A acusação é feita, entre lágrimas, por Madalena Ferreira, de 60 anos, que no domingo, ao final do dia, viu dois vizinhos - pai e filho - entrarem em casa, no bairro social de Fermentões, e agredirem brutalmente o filho de 34 anos.

O companheiro, 45 anos, e o filho mais velho, de 40, já tinham sido espancados num café da freguesia pelos mesmos homens. Ao que tudo indica, os vizinhos terão discutido por causa de uma cadela. As três vítimas foram para o hospital. Os agressores estão identificados pela PSP, mas fugiram e continuam em parte incerta.

"Estou assustada e muito revoltada. Não há direito, entrarem na minha casa e deixarem o meu filho neste estado", atirou a costureira, ainda em pânico.

Jorge Machado, de 34 anos, foi brutalmente espancado, a soco e pontapé. "Não tive hipótese de me defender. Ele atirou-me ao chão e deu-me pontapés até perder os sentidos", disse o homem, que ficou com o rosto completamente desfigurado.

O irmão e o padrasto de Jorge saíram de casa pouco antes das 16h00, para assistirem, no café, ao jogo do Vitória de Guimarães. Quando passavam junto à casa dos agressores, no mesmo bairro onde vivem, gerou-se uma discussão motivada pela cadela que os acompanhava. Já no café, os dois homens foram agredidos a soco e pontapé. Pouco depois, os agressores deslocaram-se à casa e espancaram o outro homem. A mulher também foi esbofeteada.
Madalena Ferreira Fermentões PSP Jorge Machado crime violência espancamento agressões cadela
Ver comentários