Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Fuga de gasolina provoca alarme

Rutura de tubo deu origem a fuga de mais de 100 litros de gasolina 98 para rede de águas pluviais.
Rui Pando Gomes 23 de Dezembro de 2014 às 10:21
Bombeiros usaram espuma para criar barreira entre os gases e um possível ponto de ignição
Bombeiros usaram espuma para criar barreira entre os gases e um possível ponto de ignição FOTO: Pedro Noel da Luz

Uma fuga de gasolina num posto de combustível, em Vila do Bispo, deixou os bombeiros e a GNR em alerta máximo devido ao risco de explosão. A situação foi detetada anteontem. Os técnicos da empresa responsável pelo posto desativaram ontem a tubagem onde foi confirmada a fuga. A GNR está a avaliar o problema ambiental causado.

O caso ocorreu no posto explorado pelo grupo Alves Bandeira, que fica nas proximidades do quartel dos Bombeiros Voluntários de Vila do Bispo. Foram os próprios soldados da paz que detetaram o forte cheiro a gasolina a vir do interior de uma conduta de águas pluviais. Confirmaram depois a presença de combustível dentro da canalização. Perante a situação, os bombeiros usaram espuma para minimizar os riscos. "Foi lançada espuma para a conduta e em redor para criar uma barreira entre a camada de gases e um possível ponto de ignição", explicou ao CM José Filipe Pedro, 2º comandante dos Bombeiros de Vila do Bispo. Foi pedido o apoio a uma equipa dos Bombeiros de Portimão, que usou um detetor para avaliar a concentração de gases e o perigo de explosão, uma vez que os mais de 100 litros de gasolina estariam espalhados por uma conduta com cerca de 100 metros.

Durante o dia de ontem, os técnicos do posto confirmaram a fuga de combustível. "Foi detetada uma rutura no tubo de aspiração do tambor da gasolina 98, que já foi desativado", assegurou ao CM José Monjardino, responsável pela área de marketing do grupo Alves Bandeira.

gasolina fuga alarme
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)