Funcionários das finanças acusados de corrupção conhecem acórdão na segunda-feira

Trabalhavam na mesma repartição de finanças e terão arrecadado perto de 1,4 milhões de euros ilicitamente.
13.02.19
Três funcionários de uma repartição de finanças de Lisboa, acusados de corrupção por alegadamente passarem informações confidenciais a outros oito arguidos no processo, a troco de 1,4 milhões de euros, conhecem o acórdão na segunda-feira.

A sessão está marcada para as 14h00 no Tribunal Central Criminal de Lisboa, no Campus da Justiça, após um primeiro adiamento ocorrido a 18 de janeiro, disse esta quarta-feira à agência Lusa fonte judicial.

Entre os arguidos há - além dos funcionários das finanças - dois advogados, um engenheiro, dois técnicos oficiais de contas, um comercial, um gráfico e uma colaboradora de um banco que, no âmbito das respetivas funções, obtinham, através dos três funcionários da Autoridade Tributária, elementos pessoais, patrimoniais, bancários e fiscais de terceiros, a troco de dinheiro.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!