Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Furto de ovelhas rende milhares

Ladrões cortaram as cercas e carregaram 90 animais, a maior parte deles prenhe. Noutra exploração, mataram os cães de guarda para levar o rebanho.
20 de Novembro de 2013 às 19:11
Furto de ovelhas e borregos tem preocupado os proprietários das explorações
Furto de ovelhas e borregos tem preocupado os proprietários das explorações FOTO: CMTV

É uma grande desilusão, que se traduz num prejuízo superior a 12 500 euros, difícil de recuperar e que abala até os mais fortes." É assim que reage Manuel Cardoso, vítima do furto de 90 ovelhas e borregos na exploração animal de que é proprietário, no lugar de Casal em Sangalhos, em Anadia. Este é o segundo grande furto de gado ovino na região. No mês passado, em Boialvo, os ladrões mataram os cães de guarda de uma propriedade e furtaram 30 animais. Leitões e porcos também estão na mira dos ladrões. A GNR está a investigar.

O furto ocorreu na madrugada de anteontem, nas imediações da povoação. "A maior parte era ovelhas prenhes, outras já grandes, e outras ainda com borregos pequeninos. Um prejuízo enorme", lamentou Manuel Cardoso.

Os assaltantes abriram a vegetação alta e entraram por um caminho paralelo à propriedade do produtor. Os animais terão sido carregados em, pelo menos, duas viaturas, após os assaltantes cortarem a vedação de arame que cerca o terreno.

Na passada semana, o mesmo produtor já tinha sido alvo de furto, desta vez numa pocilga, junto ao terreno onde pastavam as ovelhas. "Levaram cinco leitões. Os furtos são cada vez mais frequentes e os prejuízos começam a ficar insuportáveis", acrescentou Manuel Cardoso.

No passado fim de semana, um grupo de populares conseguiu ‘encurralar’ uma carrinha com três homens que furtavam gado nos pastos de Estarreja, porém, os ladrões conseguiram escapar a pé.

furto ovelhas assaltantes borregos Anadia mataram cães guarda GNR investigação
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)