Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Homicida de Aguiar da Beira em fuga há uma semana

Pedro Dias tem escapado a todos os cercos e buscas das autoridades.
Ana Luísa Nascimento,D.F.,J.C.R. e S.A.V. 18 de Outubro de 2016 às 02:30
pedro dias novo e velho, gnr, aguiar da beira, assassino, fugitivo
pedro dias novo e velho, gnr, aguiar da beira, assassino, fugitivo FOTO: Direitos Reservados
Em fuga há uma semana, Pedro Dias continua a conseguir escapar às autoridades e já passou por quatro distritos diferentes: Guarda, Viseu, Aveiro e, por último, Vila Real. Sete dias após os primeiros crimes, dois homicídios, a pressão cresce e o medo mantém-se.

Apesar do tempo decorrido, as autoridades recusam a ideia de que haja incompetência. O coordenador da diretoria da Polícia Judiciária da Guarda, José Monteiro, até faz um balanço positivo da operação de caça ao homem.

"Este assunto está a correr muitíssimo bem, porque nós podíamos estar ao quinto ou sexto dia com três ou quatro homicídios e não sabermos quem é o autor", afirmou Monteiro à Renascença, sublinhando que o homem mais procurado do País é "um indivíduo muito inteligente".

"Não podemos pensar que, por estarmos do lado de cumprimento da lei, somos os únicos seres pensantes. Os bandidos também pensam. Também têm inteligência, têm planos de preparação e planos de contingência e sobrevivência, como neste caso", acrescentou José Monteiro, sublinhando que Pedro Dias "conhece todos os trilhos e até pode ter esconderijos".

Monteiro admitiu que Pedro Dias estivesse ferido, depois de a Polícia Judiciária ter encontrado, ontem, um par de calças com vestígios de sangue no interior do Opel Astra branco que foi roubado pelo suspeito a um idoso. A análise, porém, veio indiciar que se tratava de uma transferência de de sangue do casal que tinha sido atacado na véspera, em Moldes.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)