Madeira reforça vigilância com sistema de deteção remota de fogos florestais

Miguel Albuquerque disse que o sistema deverá estar totalmente montado dentro de seis meses.
Por Lusa|16.03.19

O Governo da Madeira vai instalar na região um sistema de deteção remota de incêndios florestais, orçado em 700 mil euros, para complementar as funções do Serviço de Proteção Civil e do Instituto de Florestas, anunciou este sábado o executivo.

"O nosso sistema baseia-se na vigilância, temos torres de vigilância e patrulhamento móvel no âmbito do POCIF (Plano Operacional de Combate a Incêndio Florestais) e este é um projeto-piloto que vem complementar todo o trabalho de prevenção e deteção de incêndios que já é feito pela Proteção Civil e pelo Instituto das Florestas", disse o presidente do Governo Regional.

Miguel Albuquerque fez estas declarações durante a apresentação do protótipo do novo sistema, uma torre equipada com câmaras de controlo remoto, instalada na zona do Paredão, nas serras do concelho do Funchal.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!